Seja bem vindo, Ricciardo!

Ricciardo vence Canadá 2014

Talvez nenhum de nós pudesse imaginar que o Grande Prêmio do Canadá seria realmente tão bom. Bom como não víamos há tempos. Sensacional. Não é por nada que a FIA renovou o contrato do circuito por mais dez anos na categoria.

Mas chega de elogios e vamos falar da corrida que pôs Daniel Ricciardo entre os 105 pilotos da história da Fórmula 1 a ganhar um grande prêmio. Falo mais sobre o piloto lá embaixo.

FELIPE MASSA

Antes de tudo gostaria de destacar Felipe Massa. O brasileiro fez uma largada segura. Manteve-se em quarto lugar até a primeira parada para troca de pneus. Foi quando a Williams pensou em destruir tudo. Enquanto outros carros faziam paradas de 2.5 a 3.7 segundos, Massa ficou mais de sete parado, pois um mecânico se embolou completamente na troca do pneu dianteiro esquerdo. Felipe voltou apenas na décima primeira posição. Depois disso passou a ser o piloto mais rápido da pista, liderou por algumas voltas e só não chegou no quarto lugar devido a batida (uma verdadeira porrada) com o mexicano Sérgio Pérez na última volta. A verdade é que foi uma bela exibição de Massa. Parabéns para ele.

Massa deixa o carro após acidente

Massa deixa o carro após acidente

A disputa dos oito primeiros.

Bonito mesmo foi ver oito pilotos brigando pelas oito primeiras posições. Logo após o abandono de Hamilton, a disputa ficou entre Rosberg, Pérez (que só havia feito uma parada), Ricciardo, Vettel, Hulkenberg (também com uma só parada), Bottas, Massa e Alonso, nessa ordem. Após ter problemas nos freios traseiros e precisar abandonar a corrida, Hamilton sentou nos boxes, tirou do bolso uma bandeirinha da Red Bull e começou a torcer freneticamente para que alguém conseguisse tirar o primeiro lugar de Rosberg. Esse alguém que conseguiu, se chama Daniel Ricciardo.

Ricciardão!

Ric “Sorriso Aberto”, o cara que tem jeito de campeão e humildade de sobra, também conhecido como o legalzão do paddock, aproveitou a velocidade da Red Bull nas retas (ao contrário da Mercedes, que perdia rendimento) e com uma bela manobra na última chicane conseguiu deixar Rosberg para trás. Anotem aí: Ricciardo e Vettel ainda vão protagonizar excelentes brigas pelos primeiros lugares, basta a Red Bull dar um carro melhor para eles. Se Vettel já provou que é excelente, Ricciardo vem, há cada corrida, provando que pode ser ainda melhor.

– “Eu ainda estou em choque”, disse após a vitória. “Muitas bandeiras australianas por aqui, isso é demais.”

Fora isso, podemos citar a péssima fase da Ferrari, com Alonso chegando em sexto devido as batidas dos outros e Raikkonen em décimo e, claro, vale ressaltar a quarta posição de Jenson Button e a sua horrível McLaren.

No mais, a corrida ficou assim:

1 – Ricciardo – Red Bull – Vencedor
2 – Rosberg – Mercedes + 4.2s
3 – Vettel – Red Bull + 5.2s
4 – Button – McLaren + 11.7s
5 – Hulkenberg – Force India + 12.8s
6 – Alonso – Ferrari + 14.8s
7 – Bottas – Williams +23.5s
8 – Vergne – Toro Rosso +28s
9 – Magnussen – McLaren +29.2s
10 – Raikkonen – Ferrari +53.6s
11 – Pérez – Force India – Acidente
12 – Massa – Williams – Acidente
13 – Sutil – Sauber + 1 volta
14 – Gutiérrez – Sauber + 6 voltas

Mesmo com a vitória de Ricciardo, Rosberg agora é mais líder do que nunca, já que o companheiro/amigo/irmão camarada Hamilton abandonou a corrida. CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO MUNDIAL DE PILOTOS.

Anúncios

Sobre Bruno Gerhard

Jornalista, 27 anos, amante da Fórmula 1 e das viagens. Escritor nas horas vagas.
Esse post foi publicado em Fórmula 1 2014 e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s